quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

o vento, essa mulher

o vento, essa mulher

determinada força
força determinada
demanda proteção
é protegida

salta barreira
não há rua fechada
ela passou por nós

salta a mulher alta
na nossa frente
por cima de nós

damos volta e meia 
sabemos onde está
onde estará?

ruas de gente de sua cor
ruas vestidas de branco e vermelho
pra ela passar
com o vento
como o vento

ela foi
ela virá
ela está

Um comentário:

  1. O vento, essa mulher embalança meu caminhar, embalança meu gargalhar. Meu poeta, meu amore.

    ResponderExcluir