domingo, 27 de abril de 2014

r/astro

r/astro da noite comum
r/astro da manhã banal

corpo celeste em volta do humano
corpo humano sobre a pele do corpo celestial

do ponto de vista onde não há inferno
somente o céu inumano sobre o humano

r/astro, corpo solitário sobre a cama
sobre a pele planetária
sem o corpo em volta

r/astro, luz insólita sobre os corpos sólidos
r/astro do que não se vê e de quem se esconde

r/astro em estreia
r/astro de quem rastreia

Nenhum comentário:

Postar um comentário