sábado, 24 de janeiro de 2015

a pessoa que lhe conhece há mais tempo

"agora você não precisa usar mais pulseiras", disse a mãe ao telefone após ter visto as fotos das tatuagens no pulso do filho cinquentão, preocupada com um suposto excesso de "enfeites". riram juntos.

ela sabe que ele usará pulseiras e tatuagens. quem sabe, fará mais tatuagens. ela até previu uma parte do corpo dele para isso.

ele e a pessoa que lhe conhece há mais tempo se desconhecem e se reconhecem. são finezas do tempo, do espaço, do corpo.  o riso é a boa lâmina.

Um comentário:

  1. Um conhecer desconhecendo e um desconhecer conhecendo somente entre pessoas muito especiais uma para outra. Adorei a profundidade inscrita na singeleza da composição.

    ResponderExcluir