domingo, 5 de julho de 2015

aqui embaixo

aqui embaixo
o sopro procura um ouvido similar
a mão divide o prato

aqui embaixo
sobra um eco
de estranhos cortes e estampidos

aqui embaixo
uma luz quente traz gente em volta

aqui embaixo
resta uma memória
de que voltaremos para o alto

Nenhum comentário:

Postar um comentário